TRIM

A Terapia de Retrição e Indução do Movimento (TRIM) foi desenvolvida na Universidade do Alabama por Edward Taub onde as suas primeiras pesquisas foram através do treino do uso forçado do membro superior afetado com restrição do membro contralateral após deaferentação somatosensorial num antebraço de um macaco.

Após um acidente vascular cerebral (AVC), a recuperação da função motora do membro superior parético não é, em geral, adequada. A terapia de restrição e indução do movimento (TRIM) tem sido considerada como capaz de promover melhora da quantidade de uso da extremidade superior gravemente afetada.

A TRIM pode contribuir para a recuperação funcional do membro superior após AVC em pacientes que preencham critérios de inclusão para esta modalidade de tratamento. As dificuldades apontadas em relação à terapia dizem respeito à intensidade do tratamento, aderência e segurança do paciente. São necessários estudos mais aprofundados sobre a eficácia da TRIM.